04/02/09

E que tal uma valente dose de "F*CK YEAH!"?

Um dos blogs de que já cá falei tinha um post dedicado a Crank 2, e eu li aquilo mas nem sequer interiorizei bem a coisa... Até ver o trailer...



O primeiro foi uma espécie de sopa onde não interessavam os ingredientes, desde que soubesse à coisa mais acelerada e hardcore possível com um toque de humor, coisa que resultou pelo menos para quem encara Jason Statham com a devida leveza, e sabe com o que contar. O segundo, parece ser a receita melhorada, portanto não estou a ver onde possa vir a falhar.
Depois, saltando para uma outra vertente de "exagero", olhem só o que já anda por aí a rolar:


(É provavel que o vídeo venha a ser removido por questões legais, tentarei substituir se tal acontecer)

E sobre este não há muito que falar. Michael Bay e pronto, quem gosta aproveita e os pseudo-intelectuais que se mantenham longe.
Para acabar, sem fugir deste roll de sequelas, vou-me arriscar a dar o beneficio da dúvida a um titulo que mostra sinais de evolução:



Sim, é o "Velocidade Furiosa" na sua quarta versão, actores cliché, carros e babes ao som do Hip Hop, e essas coisas todas... A diferença agora é que parece ter ganho um boost, o que lhe dá um certo nível, não alto, mas aceitável. Pela mesma razão que se aprecia Crank ou Transformers, Fast & Furious tem agora sequências e efeitos elaborados que podem vir a abafar outros detalhes menos complexos.
Não são candidatos aos oscares, são três "coisinhas" que surgiram durante esta semana, que tanto podem trazer horas de entretenimento, como alguns dissabores audiovisuais, mas até se ter certezas fica a expectativa.

1 comentário:

joao disse...

apesar de não ser aquele tipo de filmes de ganhar um óscar ou um globo de ouro é aqueles que eu gosto.
eu vou ao cinema para me divertir, para gozar de um bom espéctaculo.
não acho uma perda de tempo um drama mas sinceramente são este que me captam mais atenção.
adorei o "Eagle Eye". é um filme teenager? talvez, mas a verdade que a separar um lugar de mim está um velhote muito confortável e com ar culto a disfrutar do filme e a atenção com que estava não me parece que estivesse a desgostar do filme.

destes trailers, já tinha visto o do Fast & Furious 4 mas desconhecia o Crank 2 e o J. Statham é o man of the movie sem dúvida tal como o Vin Diesel em baixo.